Homologação de Equipamentos – SSA/ARTESP

O Instituto Modal é a primeira organização a se credenciar como Órgão Certificador Designado (OCD) pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP) para o sistema semiautomático de pedágio em todo o estado. Com isso, passamos a ser responsáveis pela homologação de equipamentos utilizados pelas concessionárias nas rodovias de SP.

O que é um OCDO que deve ser homologadoEquipamentos HomologadosComo contratar

A Portaria ARTESP n° 12, de 22 de fevereiro de 2018, caracteriza o OCD como:

Órgão Certificador Designado (OCD): entidade(s) credenciada(s) pela ARTESP, de acordo com suas capacidades técnicas específicas, responsável(is) pela homologação dos equipamentos do Sistema Automático de Arrecadação de Pedágio, nos termos da Resolução SLT nº 13/11.ARTESP

As empresas interessadas em realizar as homologações de seus produtos poderão contatar diretamente um dos OCDs autorizados ou encaminhar solicitação para a ARTESP para análise e encaminhamento às entidades competentes.

Os seguintes equipamentos deve ser homologados antes da utilização pelas concessionárias:

  • SLM – Sistema Leitor de Mídia
  • CL – Concentrador Local
  • CG – Concentrador Geral
  • SAM – Secure Access Module
  • ECM – Equipamento Configurador de Mídia de Pagamento
  • MPs – Mídias de pagamento (cartões em PVC, paper tickets, mini tag em PVC e qualquer outro suporte com tecnologia NFC que utilize o padrão aberto CIPURSE para fazer o pagamento no sistema semiautomático de pedágio

Se sua empresa é fabricante de equipamentos ou soluções para o sistema semiautomático de pedágio, seu produto precisa estar homologado. Fazer a homologação com o Instituto Modal é muito simples:

  1. Entre em contato e peça uma proposta – você pode fazer isso pelo telefone (61) 99223-2474, pelo e-mail ocd@modal.org.br ou pelo formulário a seguir.
  2. Depois de aprovada a proposta, assinamos um contrato. Esse contrato não obriga o cliente a fazer nenhum teste, somente estabelece as obrigações e direitos e prevê a abertura de Ordens de Serviço para cada equipamento a ser testado. Geralmente enviamos a minuta do contrato junto com a proposta comercial.
  3. Quando o equipamento estiver pronto para iniciar o processo de homologação, o cliente abre uma Ordem de Serviço através de um formulário eletrônico exclusivo. A abertura da OS funciona como um protocolo administrativo de início do processo de homologação – a partir dessa data, a empresa tem até 15 (quinze) dias para entregar equipamento para o início dos testes, que duram aproximadamente 30 (trinta) dias.
  4. Após a conclusão dos testes, o Instituto Modal emite um laudo técnico e o envia diretamente para a ARTESP, com cópia para o cliente.
Se desejar, anexe algum arquivo para ajudar a atender sua necessidade da melhor maneira possível.
reCAPTCHA is required.